+5585 9 99326318 TIM

+5588 9 99851213 TIM

contato@experimentejeri.com.br

Home

Dicas

Quando estiver organizando a viagem

O período de chuva inicia-se em janeiro e vai até junho. Aqui a temperatura é sempre alta e mesmo com chuva é possivel aproveitar a praia, assim como fazer todos os passeios. É muito comum amanhecer com chuva e em 2 horas o sol estar brilhando mais lindo do que nunca. Há sempre alguém pronto para fazer uma rápida interpretação das nuvens e dizer de logo a chuva passará.

A partir de fevereiro as lagoas começam a encher e a vegetação começa a brotar, surgem inúmeras pequeninas flores pela vila, as nuvens dão cores impressionantes ao pôr do sol. O vento dá uma trégua, para alegria de uns e tristeza de outros. É uma boa época para se viajar, desde que não se importem com a chuva, e para quem nunca tomou banho de chuva, este é o melhor local para se fazer.

Final de julho até início de dezembro a probabilidade de chuva é muito baixa, o vento inicia, o céu está sempre limpo e o azul predomina na paisagem. A sensação térmica é agradável, apesar da temperatura ficar em torno de 30º C quase que diariamente. Este período é seco e o vento pode incomodar um pouco, porém oferece um espetáculo ao carregar a areia do topo das dunas para o mar.

A maré influencia muito no horário de banho ou em alguns passeios. Consultar a tábua de maré quando estiver planejando a viagem é uma boa dica para aproveitar ao máximo sua viagem.

Permanência mínima aconselhável para quem vem visitar Jericoacoacoara são 3 noites, uma estadia menor que isto pode tornar a viagem muito cansativa e as férias podem acabar mais cansativas que relaxantes.

Procure sempre os serviços de empresas formais e legalizadas, não se iluda com o preço baixo, pois a segurança do produto adquirido e a responsabilidade serão proporcionais ao que se está pagando.

Antes de viajar

Não há bancos na vila. Dinheiro trocado é raridade aqui.

As operadoras Claro e Nextel não funcionam em Jeri.

Trazer roupas leves e chinelos, todos se vestem muito a vontade. Trazer pouca bagagem, é quase uma regra, pois a maioria do tempo estará com roupas de banho.

Não há iluminação pública nas ruas, traga um pequena lanterna.

No Ceará a voltagem é 220.

Aqui há dificuldade em encontrar carregador de baterias, cabos USB para baixar fotos, memórias extras, tudo o que se relaciona com tecnologia, então seja prevenido.

Caso precise de medicamentos, traga-os, pois as farmácias tem apenas o básico.

Pessoas com dificuldade de locomoção, precisam ter em mente que a vila é toda com areia e as pousadas normalmente possuem escadas.

Viajando

Vá ao mercado local, pois pode encontrar frutas diferentes e se surpreender com novos sabores.

No período de vento é muito comum as máquinas fotográficas com zoom mecânico estragarem em virtude dos minúsculos grãos de areia. Proteja-a bem quando estiverem nas dunas e use sempre um saco plástico quando não estiver em uso. Não tem como ficar sem máquina fotográfica aqui!

Use muito protetor solar e protetor solar labial. Mesmo quando estiver nublado isto é regra!

Óculos de sol são fundamentais, a luz do sol é refletida pela areia branquinha das dunas e não poderá admirar esta beleza.

Preserve os recursos naturais da vila, apague sempre a luz do seu quarto ou o ar condicionado quando não estiver usando, peça para que suas toalhas e roupa sejam trocadas apenas quando realmente for necessário, compre água em garrafas grandes para evitar mais lixo na vila. E cuidado com sacolas, garrafas plásticas, pedaços de papel, pois tudo voa da sua mão com o vento do segundo semestre. Segure seu lixo com força e descarte no local adequado.

Mesmo com tanta tecnologia a comunicação ainda falha em alguns momentos, ou por várias horas.

Não se estresse, aqui a internet é lenta, isto é fato.

É proibido circular com veículos dentro da vila  e subir nas dunas  do Parna. Deixe seu veículo no estacionamento da entrada da vila.